CENSURA, DITADURA, POLITICAMENTE CORRETO

Seguidores

domingo, 26 de julho de 2015

ISCAS DA ESQUERDA PARA A ARMADILHA DA REVOLUÇÃO - CAOS - A MINORIA ORGANIZADA VENCE A MAIORIA DESORGANIZADA

veja também:

MASSAS DE MANOBRA, IDIOTAS ÚTEIS E PSICOPATETAS FAZEM O CAOS E A REVOLUÇÃO SEM QUERER, PARA OS PSICOPATAS  

http://conspiratio3.blogspot.com.br/2015/09/massas-de-manobra-idiotas-uteis-e.html



"Havia três milhões de pessoas nas ruas no Brasil, no principal dia de manifestações, gritando “quero saúde, educação, transporte, segurança”. Como o Estado vai te dar tudo isso? Ele precisa se agigantar e dominar a economia. Na hora em que você pede transporte de graça, o Estado precisa estatizar todas as companhias, proibir qualquer iniciativa particular e dominar tudo. Se ele vai fazer isso com todas as áreas, precisamos de um Estado muito maior do que a estrutura inchada que a gente já tem. Todos os movimentos de massa na história do mundo geraram totalitarismo. O grande risco de uma manifestação como essa é derrubar a ordem vigente. Os livros de esquerda que eu estava estudando antes de 2013 usam a palavra ruptura o tempo todo."  Flavio Morgenstern
http://brasil.elpais.com/brasil/2015/07/21/politica/1437508679_454423.html

"Quanto tempo até que essa jurisprudência macabra torne-se a norma operante, dando às vítimas dos crimes e da violência a carapuça de algozes? Gramsci em sua obra reconheceu que a revolução cultural, em seu estágio avançado, poderia gerar imensa onda de violência devido ao ruir da estrutura formal de poder e à desconstituição do senso comum. O que são os brasileiros hoje, senão ratos de laboratório nessa experiência trágica? Já provamos que a tomada de poder deve ocorrer a partir da sociedade civil e não da estrutura do estado, como dizia Gramsci; já provamos que a queda da ordem social vigente gera violência e opressão, como dizia Gramsci; e, por fim, iremos provar que essa revolução socialista não é em nada melhor do que as outras, que a pobreza não será combatida, as desigualdades serão apenas exacerbadas, e a esperança enterrada num mar de medo, como Gramsci jamais conseguiu enxergar, agrilhoado à idéia do Estado-partido no papel do príncipe moderno."
Uma falsa consciência
http://www.midiasemmascara.org/arquivos/4046-uma-falsa-consciencia.html
 


"O comunismo foi inventado pelo diabo em pessoa, para fazer da humanidade uma cobra que se come pela cauda."
(Olavo de Carvalho)


MASSAS DE MANOBRA, IDIOTAS ÚTEIS E PSICOPATETAS FAZEM O CAOS E A REVOLUÇÃO SEM QUERER, PARA OS PSICOPATAS http://conspiratio3.blogspot.com.br/2015/09/massas-de-manobra-idiotas-uteis-e.html

GUERRA OU O CAOS NECESSÁRIO PARA AVANÇAR A AGENDA COMUNISTA
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2015/09/guerra-ou-o-caos-necessario-para.html
*
SEM MENTIRA, NÃO EXISTE COMUNISMO. Eles fazem uma revolução "democrática" e aproveitam a bagunça para dar o golpe totalitário. A revolução é sempre assim, é um conto do vigário, uma armadilha, eles se fingem de democratas e depois do caos, tomam o poder. Destituem um ditador, como no caso de Cuba, para pôr um tirano muito pior no lugar, usando o descontentamento do povo como combustível da luta. É preciso muito cuidado com esses impostores. 
*
Não se esqueçam: em TODOS os países onde o comunismo foi implantado, o povo estava maciçamente contra, e nada pôde fazer. A violência, o cinismo e a determinação da elite revolucionária não têm limites. Combatê-las com meias-medidas é fortalicê-las. OLAVO DE CARVALHO
*
COMUNISMO DOMINOU CUBA COM MENTIRA, APARELHAMENTO, DISCURSO DE ÓDIO, TERROR E POBREZA
https://youtu.be/QNGbeBv4uFc
*

MANIFESTO DA OPOSIÇÃO CUBANA
A íntegra de uma entrevista exclusiva do então guerrilheiro Fidel Castro, publicada pela revista Coronet de fevereiro de 1958.
http://www.alertatotal.net/2016/01/manifesto-da-oposicao-cubana.html

*
QUEM É MARCO AURÉLIO GARCIA
"Temos que dar a impressão de que somos democratas. Inicialmente temos que aceitar certas coisas, porém isso não durará muito", declarou Marco Aurélio Garcia , o marxista com influência por trás do presidente Luis Inácio Lula da Silva, recordando que Fidel Castro teve que fazer o mesmo. Ou seja, dizer que era democrata e que não era comunista, para poder consolidar-se no poder até agora, 50 anos depois do golpe em Cuba!
http://www.averdadesufocada.com/index.php/vale-a-pena-ler-de-novo-especial-86/2206-1108-quem--marco-aurlio-Garcia

 
A DESTRUIÇÃO DA MERITOCRACIA É CRIME HEDIONDO CONTRA O FUTURO - A SELEÇÃO DOS PIORES
 https://youtu.be/Pja0JQ5iIlQ

ESQUERDAS, TERRORISMO E CRIME ORGANIZADO http://conspiratio3.blogspot.com.br/2013/06/as-esquerdas-o-terrorismo-e-o-crime.html
http://conspiratio3.blogspot.com.br/search/label/ESQUERDA%20E%20CRIME%20ORGANIZADO

SOCIALISMO É CONCENTRAÇÃO DE PODER - É DITADURA - OPRESSOR E CORRUPTOR POR NATUREZA - OLAVO DE CARVALHO E PADRE PAULO RICARDO
https://youtu.be/FWINljFDhZg

POR QUE O PT NOS QUER POBRES E IGNORANTES? LULA EXPLICA  
https://youtu.be/Lr3-Yzhe_u0

Desinformação: a estratégia secreta para destruir o ocidente   
https://youtu.be/2Z478Vw1NIg

ENTREVISTA CENSURADA PELA ISTOÉ
https://youtu.be/OkMp3eHTMPg

É ASSIM QUE UM PEQUENO GRUPO DE LÍDERES PSICOPÁTICOS DESTRÓI A ALMA DE UMA NAÇÃO - OLAVO DE CARVALHO, MARIA CORINA MACHADO http://conspiratio3.blogspot.com.br/2015/07/e-assim-que-um-pequeno-grupo-de-lideres.html

GOVERNO POPULISTA CRIA IGNORÀNCIA, POBREZA E DEPENDÊNCIA - GLORIA ALVAREZ, JOICE HASSELMANN
 https://youtu.be/YrrBH-a3DZI


 A REVOLUÇÃO É SEM QUERER:
 Mensagem de Luciana Genro: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10155651595601980&set=a.10150616121491980.374057.617501979&type=1&permPage=1



ISCAS DA ESQUERDA PARA A ARMADILHA DA REVOLUÇÃO  
https://youtu.be/HIGAjf_Lq9o

ENTREVISTA CENSURADA PELA ISTOÉ
https://youtu.be/OkMp3eHTMPg

POR QUE DESMANTELAR O BRASIL? - OLAVO DE CARVALHO NO FAROL DA DEMOCRACIA
https://youtu.be/oZmA7sAFTQE

PETROLÃO - CORRUPÇÃO ESTRATÉGICA - OLAVO DE CARVALHO JÁ DEU AS DICAS NO MENSALÃO
https://youtu.be/jll194kunxk

A AGENDA PERVERSA DO FORO DE SÃO PAULO IMPOSTA À VENEZUELA, AGORA NO BRASIL
https://youtu.be/ZYkVWT9bGwA

POR QUE A CRIMINALIDADE CRESCE? ESTRATEGIA REVOLUCIONÁRIA PRESSÃO DE CIMA E DE BAIXO
https://youtu.be/0UShxradca0

PT VEIO PARA SE ETERNIZAR NO PODER - OLAVO DE CARVALHO  
https://youtu.be/KDMLAUOGj0I

EXPANDIR A CORRUPÇÃO É ESTRATEGIA REVOLUCIONÁRIA - OLAVO DE CARVALHO https://youtu.be/qV8HPpwxaBI

POLITICAMENTE CORRETO É ARMA DA GUERRA CULTURAL - PADRE PAULO RICARDO
https://youtu.be/3o-3_GDQeSQ

OLAVO E JOICE HASSELMANN NA TVEJA
https://youtu.be/5du6xg1IQ4A

DEGRADAÇÃO MORAL GRAMSCIANA https://www.youtube.com/user/Blogdelinks/search?query=GRAMSCI

REVOLUÇÃO E TRAIÇÃO - COMUNISMO DOMINOU CUBA COM MENTIRA, APARELHAMENTO, DISCURSO DE ÓDIO, TERROR E POBREZA 
https://youtu.be/QNGbeBv4uFc

Olavo de Carvalho  - Quando eu disse que o gayzismo se transformaria em instrumento de perseguição anticristã, responderam que eu era louco. Quando disse que o passo seguinte seria a descriminalização da pedofilia, mais louco ainda. Se o pessoal simplesmente lesse os debates entre os guias iluminados do movimento revolucionário, saberia que estão na fila de espera, para ser legitimados como condutas normais e inatacáveis, o incesto, a necrofilia e o canibalismo. 
https://www.facebook.com/carvalho.olavo/posts/517121198439959

Hangout com Flavio Morgenstern sobre o livro “Por trás da Máscara"
https://youtu.be/m9IvxCbhTvQ

Entrevista - Flavio Morgenstern
https://youtu.be/Tig7yvCc0ms

Hangout Implicante com Flavio Morgenstern
https://youtu.be/cdqa4Sy9WzA

FLÁVIO MORGENSTERN
https://www.facebook.com/flaviomorg

"UMA MINORIA ORGANIZADA VENCE UMA MAIORIA DESORGANIZADA." (LENIN)



O negócio da revolução
http://lucianoayan.com/2013/08/12/o-negocio-da-revolucao/
https://youtu.be/3A4gEHf0bKI

Olavo de Carvalho já explicou: revolução é uma mudança radical que concentra poder. Então não há revolução pela democracia? Não sei, mas a revolução árabe, citada sempre nessas discussões, destituiu um ditador para pôr outro muito pior. A NOM e o movimento comunista têm feito isso pelo mundo, usado a cenoura da democracia para derrubar regimes autoritários e substituí-los por tiranias totalitárias. Fique esperto, eles sempre usam uma cenoura, uma isca. Acenam com um benefício qualquer, muitas vezes inviável, com o objetivo de destruir outro, bem maior, REAL.

Anos atrás, discutindo com uma amiga petista, disse a ela que não ia votar no Lula porque o PT só era bom na oposição, na crítica, mas não para fazer melhor do que aqueles que eles criticavam. Agora sei que nem isso eles fazem. Eles praticam o tempo todo o truque esquerdista de acusar e apontar o mal nos outros, para eliminá-los do páreo e só restar eles, os acusadores, os "bons". Depois que não sobra mais nenhuma oposição, quem vai acusá-los?  Esse tipo de isca movimenta a opinião pública ou até a lei! mas só contra os inimigos, 2 pesos 2 medidas. É como diz a frase de Lênin, "Xingue-os do que você é, acuse-os do que vc faz." 

Depois que a massa está bem iludida por uma bela promessa e incitada pelo ódio contra o inimigo, ela é induzida a quebrar o que resta do estado de direito, da ordem, da organização que ainda pode defendê-la daquela minoria bem preparada para abocanhar o poder definitivamente. Nas palavras do CONDE DE SAINT GERMAIN, alguns anos antes da revolução francesa:

"Uma gigantesca conspiração está sendo armada, sem que haja um chefe identificado, mas que vai aparecer sem demora. A finalidade é nada mais nada menos que a deposição do que existe e sua reconstrução conforme um novo plano. São muitos os ressentimentos contra a família real, contra o clero, a nobreza e a magistratura. (...)
O partido dos Enciclopedistas deseja o poder. Sabe que só o poderá obter através da queda do clero e para garantir esse resultado está preparado para derrubar a monarquia. (...) Mas antes de chegar esse dia de retribuição, quanta crueldade, quantos crimes serão cometidos! As leis não servirão mais de proteção dos bons e de terror contra os malvados. Serão estes últimos que tomarão o poder com suas mãos manchadas de sangue. Eles pretendem abolir a religião católica, a nobreza, a magistratura."


TÉCNICA DA CENOURA
http://lucianoayan.com/2012/11/25/tecnicadacenoura/



Para entender a linguagem da Esquerda
http://www.midiasemmascara.org/arquivos/4246-para-entender-a-linguagem-da-esquerda.html

Para o FORO DE SÃO PAULO tudo é justificado para atingir seu objetivo, valendo a máxima de Lenin, de que "a verdade é preconceito pequeno-burguês e que uma mentira é justificada pelo fim".
http://www.midiasemmascara.org/arquivos/4266-foro-de-sao-paulo-um-onagro-que-nao-ousa-dizer-seu-nome.html

O capítulo "Estratégia", das Teses, é iniciado com uma sutil autocrítica, assinalando que "o triunfo do socialismo não é um fato que acontecerá de forma natural ou inexorável (...), mas sim uma possibilidade histórica que deve ser construída (...) a ruptura com o status anterior se dá ao final de um processo de acumulação de forças (...) e de formação de uma hegemonia socialista (...)".
http://www.midiasemmascara.org/arquivos/4294-o-carater-da-revolucao-a-estrategia-e-a-tatica-do-partido-comunista-brasileiro.html
http://www.midiasemmascara.org/search.html?searchword=movimentos+massa&ordering=oldest&searchphrase=all&limit=20



As ideias dos ativistas quase nunca significam o que dizem. Por baixo do seu conteúdo ostensivo escondem um objetivo estratégico que, no plano histórico, virá a constituir seu único conteúdo efetivo quando o jogo dialético das ideias e das ações tiver atingido seu resultado. Assim, por exemplo, durante anos o relativismo serviu de navio quebra-gelo para demolir  resistências a propostas que, por sua vez, nada tinham de relativistas – eram, ao contrário, as mais absolutistas e intransigentes que se pode imaginar.

*
Estado de anomia
O sociólogo alemão Ralf Dahrendorf, um dos mais importantes pensadores liberais, em seu livro A lei e a ordem , define anomia como " uma condição social em que as normas reguladoras do comportamento das pessoas perderam sua validade. Uma garantia dessa validade consiste na força presente e clara de sanções. Onde prevalece a impunidade, a eficácia das normas está em perigo".
Resume Dahrendorf: "Nesse sentido, a anomia descreve um estado de coisas em que as violações das normas não são punidas". Lembra o sociológo alemão que nos estágios iniciais do terrorismo na Alemanha Ocidental pós-1968 debatia-se muito a fronteira entre a "violência contra as coisas" e a "violência contra as pessoas ", sendo que, inicialmente, a primeira era considerada aceitável, mas não a segunda. Dahrendorf chama a atenção do erro que se cometia nesse debate porque, em ambos os casos, se cometia uma "violência contra as instituições", as quais refletem não apenas as normas que regem a "proteção do Estado" como as regras de convivência da sociedade. Afirma ele que é na questão da "impunidade que se decide a validade normativa de uma ordem social." Acentua que "a impunidade, ou a desistência sistemática de punições, liga o crime ao exercício da autoridade. Ela nos informa sobre a legitimidade de uma ordem ".

*
 A característica essencial da nossa época é justamente a transformação cultural planejada, e quem não seja capaz de percebê-la estará privado da possibilidade de lhe oferecer uma reação consciente: por mais dinheiro que tenha no bolso ou por mais alto cargo que ocupe na hierarquia política, jurídica ou militar, estará reduzido à condição de “massa de manobra” no sentido mais desprezível do termo. O sonho dos iluministas do século XVIII – uma sociedade inteira à mercê dos planos da elite “esclarecida” – tornou-se realizável dois séculos depois graças a três fatores: a expansão do ensino universitário, criando uma massa de intelectuais sem funções definidas na sociedade e prontos para ser arregimentados em tarefas militantes; o progresso dos meios de comunicação, que permite atingir populações inteiras a partir de uns poucos centros emissores; e a enorme concentração de riquezas nas mãos de alguns grupos oligárquicos imbuídos de ambições messiânicas. Explicarei mais sobre isso nos próximos artigos.
  

A concepção leninista da revolução comunista é “etapista”, isto é desenvolve-se em duas etapas. A primeira etapa é chamada democrático-burguesa ou nacional-democrática, quando o PC desenvolve uma estratégia e as táticas de alianças com as forças políticas da burguesia do campo hegemônico composto pelas sociedades política e civil no Poder, julgadas em conflito com o Imperialismo Burguês (inimigo principal), a fim de mudar a correlação de forças a favor do PC e seus aliados para então desencadear a segunda etapa – a da tomada do poder - configurando a revolução socialista, abrindo o caminho para a implantação do comunismo num devir jamais visto – a sociedade sem classes. A grosso modo, a primeira etapa da concepção leninista corresponde à visão gramsciana da guerra de posição e a segunda etapa corresponde a guerra de movimento.
A condução de reformas econômicas e institucionais, muitas aparentemente democráticas, apoiadas pelo PC é bem característica na primeira etapa e define o que as esquerdas chamam de “reformismo”, não raro motivo de conflito entre elas por julgarem concessão à burguesia.
http://www.midiasemmascara.org/arquivos/4868-nationalismus-uber-alles

*
SURPRESA!
A opinião pública deve estar acreditando que é a oposição "furiosa" e não a base do governo, beneficiária do "mensalão", que vem absolvendo os envolvidos naquela patifaria.
Surpresa! O MLST recebeu quase R$ 6 milhões do governo Lula! Surpresa! O líder desse movimento pertence à elite do partido governista, sentando entre os 13 membros de sua executiva nacional! Surpresa! Esse partido tem uma diretoria só para conceber, criar e desenvolver seus bem-comportados movimentos sociais! Surpresa! A invasão do Congresso, cuidadosamente planejada pelas lideranças do MLST, visava atingir o parlamento! Surpresa! Bruno Maranhão está em todas as listas dos dez maiores amigos de Lula! Surpresa! Lula critica o vandalismo, mas nem sequer menciona o líder do MLST e da invasão. Surpresa! Lula está surpreso! Pois é. Nada há de surpreendente em qualquer desses fatos. O que não era sabido era previsível. As coisas sempre funcionaram assim. Há duas décadas, o PT tem nos movimentos sociais sua massa de manobra. Eles invadem, depredam, ameaçam, submetem proprietários rurais a vexames, destroem laboratórios e plantações, roubam gado, furtam cargas, banqueteiam-se com o que não lhes pertence, desacatam ordens judiciais e instituem cárceres privados. À semelhança do PCC, formulam e obedecem a regras próprias, compondo verdadeiro estado paralelo, fora do Estado de direito. Porém, enquanto o PCC atua na esfera privada, os movimentos sociais vivem à custa do Estado. São indissociáveis do partido, células do mesmo organismo, braços do mesmo corpo e bolsos da mesma calça. Anualmente, anunciam e executam seus planos sempre vermelhos. Abril vermelho, agosto vermelho, outubro vermelho. E centenas de invasões mantêm o ambiente rural sob insegurança e medo. A invasão do Congresso estava alinhada com o interesse do governo, que deseja apresentar uma parte da verdade como se fosse a verdade inteira. Ou seja, quer fixar na opinião pública a tese de que a imaculada equipe de Lula - Dirceu, Palocci, Waldomiro, Gushiken, Okamotto, Delúbio, Silvinho, Duda, Marcos Valério, Lulinha e tantos outros - é constrangida a conviver com um Congresso que não presta. Surpresa! O pessoal está acreditando. Deve estar acreditando, inclusive, que é a oposição "furiosa" e não a base do governo, beneficiária do "mensalão", que vem absolvendo os envolvidos naquela patifaria.
http://www.midiasemmascara.org/arquivos/5285-surpresa.html


A lucidez de Olavo de Carvalho vai cirurgicamente ao ponto quando percebe que “... o comunismo não é um processo político, mas uma cultura... uma revoluçãopermanente” na qual “os fins não justificam os meios, são os próprios meios.”
Uma cultura de demência cuja freqüência estatística lhe confere status de “normalidade”. Os atuais critérios de classificação nosológica em Psicologia e Psiquiatria excluem este perfil dos quadros psicóticos, mas considerando os devastadores efeitos sociais desta peculiar perversão, talvez se necessite de novos padrões classificatórios.
A natureza monstruosa e compulsiva desta cultura explica sua continuidade mesmo quando alcançam o poder e - 1. iniciam os expurgos intragrupais pelo exílio, prisão e assassínio dos “companheiros” revolucionários, evidenciando o apetite por poder pessoal exclusivo a qualquer custo; - 2. assim como o imediato início da insidiosa agressão contra culturas libertárias onde possam existir objetos de sua inveja – paz, prosperidade, alegria de viver, felicidade... os quais, por comparação e contraste, exibam a imensa falácia de sua masturbologia. É esta compulsividade demencial que torna qualquer esperança por parte das democracias, de se alcançar paz estável com nações –ou facções - totalitárias por meio de negociações civilizadas, um sonho de que se acorda com uma faca nas costas. Eles não querem paz, mas poder, custe o que custar

"A guerra subversiva, um aspecto da Guerra Fria, visa a provocar uma ausência de disciplina na nação em que é travada; uma quebra da hierarquia, incitação à revolta e a rebelião. Usa a propaganda para incitar as massas. Visa sobretudo à desintegração da estrutura social existente, a enfraquecer o potencial nacional, a trazer descrédito às instituições e autoridades legalmente constituídas. Visa à aniquilação dos grupos produtores. Tudo isso visa a favorecer o estabelecimento do comunismo. Era isso que estava acontecendo no Brasil. O Brasil estava sendo atacado, embora as principais forças nessa agressão fossem de brasileiros. Na Noruega, quando Hitler ocupou aquele país, a quinta-coluna também era constituída de noruegueses. A guerra ideológica usa sempre o sistema de preparar os cidadãos de um país para traí-lo. O Brasil estava sendo traído por brasileiros. Havia também aqui chineses, cubanos, russos e húngaros, mas só para treinar, instruir, dirigir. Os executores da ação eram brasileiros - e, aliás, nem todos eram comunistas - conscientes do papel que estavam desempenhando. Alguns desejavam poder, outros dinheiro, ainda outros poder e dinheiro; alguns queriam dinheiro para obter poder e outros poder para obter dinheiro. É isso, que o mundo ainda não compreende. E eu acredito que muitos brasileiros, que sentem o enorme alívio das pressões dos últimos três anos, ainda não percebem a verdadeira natureza da crise que superamos há pouco".

As palavras acima fazem parte de um discurso de Carlos Lacerda, então, Governador do Estado da Guanabara. Filho e sobrinho de comunistas. Depois de longo tempo na militância, finalmente, acordou da hipnose a qual foi submetido na sua infância e juventude, renegando o comunismo e passando a combatê-lo. Sabia o que dizia: fora atuante agente da subversão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário