CENSURA, DITADURA, POLITICAMENTE CORRETO

Seguidores

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

VENEZUELA - U$ 800 BILHÕES DE DÓLARES FORAM DESVIADOS


É BOMBA! LAVAGEM DE DINHEIRO PELA DITADURA COMUNISTA DA VENEZUELA ALCANÇA U$ 800 BILHÕES DE DÓLARES. INVESTIGADOR ENTREGOU MADURO E SEUS ASSECLAS ÀS AUTORIDADES DOS ESTADOS UNIDOS.

Um investigador venezuelano de lavagem de dinheiro atualmente buscando asilo nos Estados Unidos afirma que sua pesquisa revelou que pelo menos US $ 800 bilhões de fundos ilícitos foram lavados através da Venezuela. Alejandro Rebolledo, que foi nomeado pela Assembléia Nacional da Venezuela para investigar o lavagem de dinheiro internacional, disse ao El Nacional em uma entrevista que ele havia sido forçado a deixar a Venezuela depois de enfrentar múltiplas ameaças de morte e ataques físicos enquanto realizava suas investigações.

"O objetivo deles era encontrar-me e recuperar a informação que tenho mantido há muitos anos em lavagem de dinheiro na Venezuela", disse Rebolledo.

Robelledo descobriu que cerca de 100 indivíduos de empresas da América Latina, Hong Kong e Dubai, bem como cartéis criminosos internacionais no México e na Colômbia, canalizaram dinheiro através das empresas de petróleo do governo venezuelanas desde que Hugo Chávez assumiu o poder em 1999, num montante de US $ 800 bilhões de dólares.

As agências do governo venezuelanas - como o Centro Nacional de Comércio Exterior (CENCOEX), que administra o sistema de câmbio do país - e as empresas estatais de petróleo, como a Petróleos da Venezuela (PDVSA), se envolveram repetidamente em super-faturamento, sub-faturamento e altos níveis de corrupção para lavar o dinheiro, afirmou Robelledo.

O país também tem uma longa história de financiamento do terrorismo, com um relatório do Departamento de Estado em julho descobrindo que a Venezuela havia fornecido repetidamente "um ambiente permissivo" para o Hezbollah ( grupo terrorista do Líbano) e continua a se recusar a cooperar com os Estados Unidos em esforços de combate ao terrorismo.

Esta semana, Rebolledo reuniu-se com o vice-presidente Mike Pence, secretário-geral da Organização dos Estados Americanos, Luis Almagro, e um representante da União Européia para discutir uma resposta internacional ao crimes de lavagem de dinheiro.

Em meio à corrupção financeira generalizada, a Venezuela está atualmente enfrentando a pior crise humanitária de sua história, à medida que as pessoas lutam para sobreviver com as taxas exponenciais de inflação que levaram a uma falta crônica de recursos básicos, como alimentos, medicamentos, eletricidade e produtos sanitários.

Na semana passada, a promotora geral da Venezuela, Luisa Ortega Díaz, ex-partidária de Hugo Chávez, acusou o ditador socialista Nicolás Maduro de se beneficiar pessoalmente de seu sistema de entrega de ração de alimentos, alegando que era um dos donos da empresa mexicana que o forneceu.

Enquanto isso, na semana passada, o presidente Donald Trump colocou sanções adicionais contra o regime venezuelano, que inclui a proibição aos americanos de comprarem títulos venezuelanos ou de sua companhia de petróleo estatal. As sanções anteriores atacaram o ditador Nicolas Maduro a nível pessoal, congelando alguns de seus bens, proibindo a viagem e proibindo os americanos de negociar com ele. Do site Breitbart - em tradução livre do inglês - Click Here to read in English

https://aluizioamorim.blogspot.com.br/2017/08/e-bomba-lavagem-de-dinheiro-pela.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário