CENSURA, DITADURA, POLITICAMENTE CORRETO

Seguidores

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

LULA QUER CENSURA DE CONTEÚDO NA IMPRENSA E NA INTERNET



VÍDEO ORIGINAL:
Assista na íntegra a "Os Pingos nos Is" desta sexta-feira (25/08/2017)
https://youtu.be/YySwfyUonOQ
Confira a edição completa do programa de sexta-feira (25/08) com Joice Hasselmann, Felipe Moura Brasil e Claudio Tognolli.


*

A ANIQUILÇÃO DA VERDADE
"A ideologia comunista descartou a idéia de verdade como se fosse uma construção burguesa. O que importava era poder — e você batizou como verdade aquelas doutrinas que o fornecem. Essa maneira invencível de marginalizar a realidade foi exposta para todos por Orwell, Koestler, Solzhenitsyn e, mais recentemente, Havel. Somente a educação em uma universidade moderna, com doses repetidas de Foucault, Deleuze e Vattimo, pode cegar para os perigos de uma filosofia que vê o poder como o verdadeiro objetivo do discurso. Infelizmente, essa educação existe, e temos que viver com o resultado disso.
Todos os que encontraram a máquina comunista estavam familiarizados com a abolição da distinção entre verdade e poder, incluindo companheiros de viagem como Eric Hobsbawm e Ralph Miliband, que aprovaram isso. O que importava ao Partido Comunista era a meta: a instalação do controle comunista sobre o máximo possível do mundo civilizado. O mito do “cerco capitalista” — a descrição da expansão militar soviética como uma “ofensiva de paz”, as invasões da Hungria, da Tchecoslováquia e do Afeganistão como “assistência fraterna”: tudo parte da diplomacia da pós-verdade. A falsificação do discurso político estendia-se às minúcias. Os judeus eram perseguidos não como judeus, mas como parte da conspiração burguesa-sionista-capitalista. Os católicos foram presos por “subversão da república em colaboração com uma potência estrangeira”. As tentativas da OTAN de instalar defesas antimísseis tornaram-se “atos de agressão que desestabilizavam a Europa”. E assim por diante. O resultado era uma espécie de discurso paranóico que não podia ser respondido com argumento racional, já que cada argumento era mais uma prova de que todos os que denunciavam as mentiras também as diziam. A máquina de propaganda soviética enfrentava todos os fatos gritando a plenos pulmões “mentiras!”, como um lógico louco que grita “essa frase é falsa!”
A paranóia institucionalizada não desapareceu com o colapso do comunismo. Poderá ser superada, mas apenas por uma imprensa livre, instituições livres e universidades que protegem a liberdade de expressão: coisas que estão sob ameaça em todo o mundo pós-verdade e que não existem na Rússia há cem anos."


Artigo completo:
 Roger Scruton, “The Russian way of lying”, The Spectator, 23 de Março de 2017.
http://midiasemmascara.org/destaques/maneira-russa-de-mentir/

***

Dissolvidas as soberanias nacionais pela elite global e demolida pela ação pertinaz da ralé militante toda hierarquia de valores e critérios, não restará na sociedade outro princípio ordenador reconhecido como legítimo exceto a pura racionalidade econômica e tecnológica impessoal e anônima, imposta por grupos megabilionários a cujo poder, a essa altura, ninguém mais poderá resistir. Esse desenvolvimento do presente estado de coisas é INEVITÁVEL, exceto na hipótese de guerras ou catástrofes de escala mundial.
https://www.facebook.com/carvalho.olavo/posts/891972787621463


*
A experiência de todos os países comunistas prova, sem a menor margem de dúvida, que a esquerda revolucionária sempre esteve consciente da importância crucial da censura e dos limites à liberdade de expressão para a conquista e o exercício do poder. Essa é a única razão pela qual os esquerdistas tanto combatem essas coisas numa democracia sobre a qual ainda não tenham o poder total: para assegurar que elas estarão sempre sob o seu controle monopolístico, sem que o adversário tenha a menor chance de usá-las -- ou se usar qualquer recurso que remotamente se pareça com elas -- para a manutenção da ordem legal vigente.
Por isso não há nada de estranho em que as vozes da esquerda se mobilizem tão entusiasticamente para censurar o filme "O Jardim das Aflições" quanto para estigmatizar como hedionda tentativa de censura qualquer protesto contra a exposição obscena do Santander.
Seu lema é: "O poder de censura é nosso, de mais ninguém."
Só um idiota pode ver nisso alguma "incoerência". É procedimento de rotina, nada mais.

https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10155627390667192
*
A linguagem da mídia e do "beautiful people" é calculada para espalhar endemicamente o transtorno de personalidade limítrofe, que consegue raciocinar verbalmente ou matematicamente mas não consegue transformar em CONSCIÊNCIA o sentido do que raciocina.
https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10155625341762192
*
Frases como "mulher em corpo de homem" são calculadas para impedir o falante de perceber o sentido do que diz.
A profusão de frases desse tipo na linguagem popular de hoje é uma obra de engenharia psicológica montada para destruir não a família ou a moralidade (antes fosse apenas isso!), mas as operações básicas da inteligência humana.
https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10155625301582192

***

Por que um governo prefere censurar "mentiras" se ele tem poder de sobra para desmentí-las? Ou mesmo para vencer a tal disputa de "narrativas"? Porque os fatos e a razão estão contra ele. Esta censura generalizada, então, é uma confissão de culpa. E mais, expõe suas piores pretensões para o futuro: depois de jogar opositores no silêncio, na invisibilidade, demonizá-los e destruí-los, seu poder cresce sem freios e limites, assim como o tamanho de suas atrocidades e o controle desumano pelo medo. Isto é o que acontece quando o poder governante não é vigiado, criticado e confrontado pelo povo. 

Nós tendemos, instintivamente, a confiar na autoridade, mas governos, Estado, leis são apenas um mal necessário, como um remédio, que precisa ser dosado. E quando o Estado pede mais leis, mais controle, mais poder para nos "proteger", devemos antes de tudo nos perguntar: o que vai nos proteger DELE? Os maiores crimes foram cometidos pelo Estado.  Potencialmente, ele é o perigo máximo dentro da sociedade e isto deve estar previsto nas suas próprias leis.

Quando muitas leis são criadas, como acontece hoje, significa que as leis mais básicas estão sendo descumpridas, que o Estado já se excedeu e avança com um projeto próprio desligado do bem comum. Hoje, em época de impunidade plena, cuspir no chão pode ser elevado a crime hediondo. E tudo isso está sendo feito porque oculto dos nossos olhos. Eles contam com nossa ignorância.

Então, a liberdade de expressão, de opinião, de crítica é o sistema imunológico da sociedade saudável. A verdade brota dessa conversa informal, e é a verdade o que destrói a mentira, não é a censura. Introduzir a censura politicamente correta contra a sociedade é como inocular o vírus da AIDS para anular suas defesas. Nenhuma lei pode substituir a liberdade vigilante e a busca da verdade dos indivíduos no zelo pela sociedade.

Além de proteção das elites psicopáticas e seus projetos criminosos, a censura como ferramenta de dominação produz outros efeitos conhecidos e calculados pela patocracia, já mencionados por autores como Olavo de Carvalho, Milovan Djilas e outros. Alguns são: estreitamento do campo de consciência, rebaixamento da inteligência e da resistência à manipulação, extinção da noção de verdade e de referências em geral, dependência da autoridade, etc. O fato é que os benefícios alegados para justificar esta censura são desproporcionalmente menores que o malefício desumano que ela causa e somente a psique já distorcida por anos de manipulação esquerdista pode admiti-la como um bem, como já tem acontecido.

"Por outro lado, a discriminação ideológica nos sistemas comunistas tem a finalidade de proibir outras idéias e de impor as suas. São duas surpreendentes formas de tirania inacreditável, total. O pensamento é a mais criadora das forças: descobre o que é novo. O homem não pode viver nem produzir se não pensar e meditar. Mesmo que possam negá-lo, os comunistas são forçados a aceitar, na prática, esta verdade. Por isso, procuram tornar impossível o predomínio de outro pensamento que não seja o deles.  O homem pode renunciar a muitas coisas, mas tem necessidade de pensar e comunicar seus pensamentos. É um sofrimento profundo ser compelido a silenciar quando se tem necessidade de expressão. OBRIGAR O HOMEM A NÃO PENSAR, A EXPRESSAR PENSAMENTOS QUE NÃO SÃO OS SEUS, É A PIOR FORMA DE TIRANIA.  A limitação da liberdade de pensamento não constitui apenas um ataque a direitos sociais e políticos específicos, mas também ao próprio ser humano como tal." (Milovan Djilas – “A Nova Classe”)

Se a liberdade de expressão favorece as democracias, o inverso é válido para as ditaduras socialistas: elas se alimentam da mentira e dependem de um limite (censura) para as verdades em circulação. A verdade, que é oxigênio para a democracia, é veneno para elas.  



A GRANDE MÍDIA JÁ ESTÁ CENSURADA
O Project Syndicate foi fundado em 1994 em Praga, República Tcheca, considerada a capital internacional da espionagem. O projeto faz parte da Open Society, a rede de ONG’s criada por Soros logo após a queda do bloco socialista no Leste Europeu. O apoio de Soros à organização Carta 77, encabeçada pelo amigo e então dissidente do governo comunista, Václav Havel, favoreceu a escolha da cidade como quartel general de muitas organizações da Open Society.
Segundo o Media Research Center, o império midiático de Soros atinge mensalmente cerca de 330 milhões de pessoas pelo mundo. Talvez seja a maior rede de homogeneização de opiniões de toda a história do jornalismo. A Fundação Open Society fundou ao menos 180 organizações de mídia, dedicadas a implantar a agenda globalista. Estima-se que Soros gastou US$ 24 milhões para tentar derrubar o presidente Bush em 2004. Mas isso não é nada perto dos US$ 8 bilhões já doados por Soros aos projetos da sua própria “sociedade aberta” nas últimas décadas.

(...)
O mais impressionante de tudo isso ainda é o fato de ninguém mencionar a existência do Project Syndicate, nem na mídia, nem em estudos acadêmicos ou pesquisas institucionais, embora o Project seja simplesmente a fonte opinativa mais consultada e mais influente do mundo.
Project Syndicate: o oráculo de George Soros
http://midiasemmascara.org/arquivos/project-syndicate-o-oraculo-de-george-soros/

http://heitordepaola.org/publicacoes_materia.asp?id_artigo=6383
Project Syndicate: George Soros’ Oracle
http://radiovox.org/2013/06/11/project-syndicate-george-soros-oracle/





*
FAKE NEWS - A FARSA, A OMISSÃO E A MANIPULAÇÃO NA IMPRENSA - ÍTALO LORENZON
https://youtu.be/rL4zSeifp0U

RELEMBRANDO: DILMA NEGOCIOU A CENSURA POLITICAMENTE CORRETA COM GOOGLE, FACEBOOK E TWITTER EM 2015
A mentira protege o mal. E a censura protege a mentira.
Se expor a verdade dos fatos é crime por ofender os mentirosos, se qualquer crítica ao mal é discurso de ódio, se defender direitos reais ameaça os direitos dos manos, se 2 pesos e 2 medidas é a fórmula que regra a liberdade de opinião no Facebook, no Twitter e no Youtube, então não tem jeito porque então o Estado de direito e todos os critérios reconhecíveis pelo bom senso e pela razão foram extintos, restando só os ditados pelo poder. Este é o sistema que constrói a ditadura e o crivo que elege psicopatas para comandar a sociedade. Bem, podemos, ainda, desmascarar a tramóia politicamente correta e pedir ao Trump que crie uma rede social semelhante ao facebook para comunicar as investigações.

http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/08/relembrando-dilma-negociou-censura.html


GOVERNO ACONSELHA OS BRASILEIROS CRÉDULOS A SE PRECAVEREM CONTRA BOATOS NA INTERNET
Quem extinguiu o hábito de considerar a verdade e de verificar os fatos foi o Estado, o MEC, o MPF e o Congresso, foi a imprensa e as instituições culturais que impuseram a MENTIRA COTIDIANA e a crença absoluta no relativismo, na igualdade cultural, no politicamente correto e que propõem a INEXISTÊNCIA DA VERDADE e a ditadura da opinião. Agora aproveitam o alarme causado pela divulgação distorcida da gravação de Joesley, para COBRAR dos brasileiros que ajam de maneira razoável? Desde quando a esquerda respeita a razão e a razoabilidade? Ou isso é um jogo para justificar mais censura?

Cuidado! Com uma das mãos eles dão, com a outra eles tiram em dobro. O relativismo faz pesar mais a opinião que os fatos e daí eles extraem a necessidade da censura da opinião, que, por sua vez, institucionaliza a depreciação da verdade objetiva e a supervalorização da opinião. E por aí vai... As pessoas são manipuláveis apenas quando abandonam seu desejo de conhecer a verdade.
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/05/governo-aconselha-os-brasileiros.html

UMA INTERNET LIVRE É MELHOR QUE UMA INTERNET SEGURA.
O MPF sabe muito bem que a triagem do que é verdadeiro e falso é por nossa conta. Ele sabe muito bem que censurando as verdades ficaremos sem o contraditório e sem referências para fazer essa triagem. É isso o que eles querem: UM DISCURSO ÚNICO. 
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2016/12/uma-internet-livre-e-melhor-ue-uma.html

REPRESSÃO FEROZ À LIBERDADE DE OPINIÃO, CRÍTICA E ACESSO A INFORMAÇÕES - ALEMANHA E CANADÁ  
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/06/repressao-feroz-liberdade-de-opiniao-e.html

JORNALISTA ALEMÃO FICOU PRESO POR 6 MESES POR PUBLICAR FOTO QUE MOSTRA A LIGAÇÃO ENTRE NAZISTAS E MUÇULMANOS - A VERDADE É CRIMINALIZADA NA DITADURA
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/08/terca-livre-jornalista-alemao-ficou.html

CENSURA E DESINFORMAÇÃO
http://www.olavodecarvalho.org/censura-e-desinformacao/

TEM GENTE COM PRESSA PARA CENSURAR A INTERNET - https://youtu.be/DKL46GYtLHQ

Manifesto contra a censura digita
lhttps://www.change.org/p/congresso-nacional-manifesto-contra-a-censura-digital

SEUS DIREITOS NO FACEBOOK
https://youtu.be/8y5MpUqTcdM

It Begins: YouTube To Hide “Controversial” Content
https://www.infowars.com/it-begins-youtube-to-hide-controversial-content/

JANOT: “LULA FOI O GRANDE IDEALIZADOR DA ORCRIM”
https://www.oantagonista.com/brasil/janot-lula-foi-o-grande-idealizador-da-orcrim/
Organização criminosa começou com eleição de Lula, diz Janot
http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/organizacao-criminosa-comecou-com-eleicao-de-lula-diz-janot/



Nenhum comentário:

Postar um comentário