CENSURA, DITADURA, POLITICAMENTE CORRETO

Seguidores

sábado, 22 de abril de 2017

POR QUE A ESQUERDA ADORA MUÇULMANOS? - GUTEN MORGEN - FLÁVIO MORGENSTERN



https://soundcloud.com/senso-incomum-642467380/porque-esquerda-ama-muculmanos

A esquerda foi de "a religião ópio do povo" a "refugees welcome". Por que ateus hedonistas defendem muçulmanos, a religião mais controladora?
http://sensoincomum.org/2017/04/07/guten-morgen-34-esquerda-muculmanos/

O Ocidente chama de crise de refugiados ou questão humanitária. Mas os islâmicos chamam de hégira. O que está em jogo na lei de imigração?
http://sensoincomum.org/2017/04/19/voce-sabe-hegira-lei-imigracao/

"É lindo o sujeito se gabar de que "convive com as diferenças", contanto que possa suprimi-las da mídia, da universidade, dos festivais de cinema, etc" "A censura que os comunistas exercem sobre a circulação das idéias em todos os canais de cultura que eles dominam é MIL VEZES MAIS OPRESSIVA E INTOLERANTE do que aquela que os militares um dia exerceram no Brasil.' OLAVO DE CARVALHO 

O QUE PENSAM OS MUÇULMANOS BRITÂNICOS
O Ocidente hoje sequer consegue articular o nome da ameaça ou do inimigo, já que qualquer associação do terrorismo com o islamismo é visto como “preconceito”, curiosamente pelos mesmos que costumam separar “judaísmo” de “sionismo”. Se é possível fazer esta distinção entre judeus, muitas vezes para mascarar e dissimular o mais abjeto anti-semitismo, por que não se pode admitir que uma parte considerável da comunidade muçulmana no mundo têm visões radicais e está engajada em atividades que colocam o Ocidente em risco?
http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/alexandre-borges/2017/05/25/o-que-pensam-os-muculmanos-britanicos/

Cooperação Islâmica (OCI) para implementar a Resolução das Nações Unidas 16:18, que criminaliza toda a crítica ao Islam em todo o mundo, a Casa dos Representantes dos EUA emitiu a H. Res. 569, condenando a violência, intolerância e "retórica de ódio" para com os muçulmanos nos Estados Unidos.https://goo.gl/YorXIf   

Nenhum comentário:

Postar um comentário