CENSURA, DITADURA, POLITICAMENTE CORRETO

Seguidores

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

GOVERNO TEMER QUER TRAZER MILHARES DE REFUGIADOS E POTENCIAIS TERRORISTAS AO BRASIL

Já é preocupante o FATO da declaração do ministro, não ser sincera, ser apenas uma repetição das ocultações e mentiras politicamente corretas ditadas pela ONU. Ele inventa uma realidade paralela em que não há problemas econômicos, sociais e de segurança. Então nos surge o alerta: esse cara não é confiável, esse governo é mais um que arma contra seus cidadãos.

Outro FATO que não pode ser descartado: temos presenciando essa comunidade que não se adapta a nenhum país que a acolhe, mas, ao contrário, exige que este se curve obrigatoriamente a seus costumes radicais. Que, mesmo depois de anos, passa a exercer pressão e perseguir as liberdades e direitos de livre expressão desses países. Eles não sabem o que é democracia e não a aceitam. Bastaria que nosso governo utilizasse um pouquinho dos infinitos recursos retirados de nossos bolsos, para fazer um estudo sério e constataria o totalitarismo contido nessa cultura e sua incompatibilidade com a nossa.


Por último, há o estranho FATO de que as autoridades de todos os países que sofreram com os refugiados, estarem propensas a destruir sua própria cultura e a expor seu povo ao terror e à intimidação só para permitir essa invasão. O que faz disparar outro alerta: tem mais coisa por trás disso. Se quisessem tanto praticar sua veia humanitária, teriam mil e uma opções mais sensatas.

TOTALITARISMO ISLÂMICO, COMUNISMO, NOVA ORDEM MUNDIAL - OLAVO DE CARVALHO
https://youtu.be/BLOF2sTcls4   


.


Não é estranho que Michel Temer, como outros governantes, não hesite em arriscar a vida de seu povo e a paz em seu país para "auxiliar" estrangeiros? O que pensar disso? O totalitarismo islâmico criou seu próprio inferno e agora quer exportá-lo. Igual ao comunismo. Eles não teriam chegado até o Ocidente sem a cumplicidade das autoridades ocidentais. E também com a nossa, na medida em que aceitamos ser comandados pelo pseudomoralismo politicamente correto.

VÍDEO DE ORIGEM: Ministro de Temer confirma que o Brasil receberá milhares de refugiados da Síria a partir de 2017. O governo deveria, no mínimo, realizar um plebiscito a respeito dessa questão que poderá afetar toda a sociedade. Será que o povo brasileiro acha isso interessante, considerando a atual crise que o Brasil está sofrendo? Se o governo do Brasil não consegue atender às necessidades básicas dos seus próprios cidadãos, é inteligente trazer milhares de estrangeiros para cá e lhes conceder os mesmos direitos do brasileiro nativo? Refugiados de um país que tem na sua cultura práticas violentas e extremistas não vão trazer mais problemas para um Brasil que já está tão sofrido? Será que vai demorar para esses refugiados se afiliarem a algum partido da esquerda, começarem a mamar nas tetas do governo às custas dos contribuintes e se transformarem em eleitores de políticos bandidos? https://www.facebook.com/TenhoVergonha/videos/636438123147788/

A invasão islâmica, a “ocupação pela imigração”, cuja realidade muitos negavam até ontem, é agora um fato patente que ameaça a segurança de todas as nações ocidentais. Ao mesmo tempo, o cristianismo vem sendo cada vez mais banido da esfera pública, só deixando aos governos, mesmo soi disant conservadores, a saída de opor, à islamização crescente, o apelo aos mesmos valores laicos “politicamente corretos” que a esquerda conseguiu impor como normas universalmente válidas. O resultado é óbvio: a invasão islâmica não cessa, mas a esquerda se afirma cada vez mais como a grande e única salvadora das democracias, que ao mesmo tempo ela solapa mediante o apoio ostensivo à imigração muçulmana em massa como alternativa “pacífica” ao terrorismo. http://www.seminariodefilosofia.org/intimacao/

PERIGO À VISTA http://www.olavodecarvalho.org/semana/110207dc.html

Quem acredita que os "refugiados" haitianos (que se encontram no Brasil) são "criaturas pacíficas", certamente nunca ouviu falar das milícias que atuavam no Haiti; sob comando dos ditadores genocidas PAPA DOC e BABY DOC (pai e filho). https://www.facebook.com/kleber.verraes/posts/548627381995652

Queridos amigos, não consigo acreditar, mas acabo de ser condenado. O motivo é porque eu fiz uma pergunta sobre os marroquinos. Enquanto antes de ontem, um sem número de candidatos a asilo marroquinos aterrorizavam ônibus em Emmen e sequer tiveram que pagar uma multa, um político que faz uma pergunta acerca de menos marroquinos é condenado.
http://www.midiasemmascara.org/artigos/internacional/europa/16865-2016-12-15-16-07-24.html

CRISTOVAM BUARQUE QUER TRAZER O PERIGO ISLÂMICO PARA NÓS
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/02/cristovam-buarque-quer-trazer-o-perigo.html

Olavo de Carvalho fala sobre o Império Islâmico https://youtu.be/R5KWmRx3wrk

As etapas da tomada da Europa pelo islamismo https://www.epochtimes.com.br/etapas-tomada-europa-pelo-islamismo/

FOLHA DE SÃO PAULO ESCONDE A PERSEGUIÇÃO CONTRA CRISTÃOS - ANDRÉA FERNANDES
https://youtu.be/ripIwJjbtAw

O islamismo totalitário e sua origem http://www.midiasemmascara.org/artigos/globalismo/13636-o-islamismo-totalitario-e-sua-origem.html

Taricas impulsionam invasão islâmica http://www.olavodecarvalho.org/semana/070312Adc.html

LEGISLATIVO COMUNISTA, E CRIMINOSO APROVOU LEI ANTITERRORISMO QUE PROTEGE TERRORISTAS - https://youtu.be/xJ6K9_On3x0

CRIMINALIDADE CRESCE PORQUE É ESTRATEGIA ESQUERDISTA PARA A REVOLUÇÃO
https://youtu.be/0UShxradca0

Bom pessoal, isso é mais uma medida para cumprir a agenda internacional de depredação das soberanias. É parte da complexa trama para nos impor um governo mundial. Se tudo fosse verdadeiramente investigado e apurado, daria numa acusação de crime de alta traição. Parem de pensar que o problema é a corrupção, o maior problema, O GRANDE PERIGO É O TOTALITARISMO que se aproxima com a cumplicidade das autoridades e sem nenhuma resistência do povo. Por isso resposto o texto:
O dinheiro pode voltar, mas NÃO a disposição de empregá-lo corretamente. Esse é um efeito das 10 medidas contra a corrupção: a mente pára de somar 2+2 e esquece que o problema maior não é o crime de corrupção, é o crime de Alta Traição, é a TRAMÓIA que usa a corrupção sistêmica para ROUBAR MUTO MAIS QUE DINHEIRO, ROUBAR PODER. Aos poucos vão transferindo tudo para as próprias mãos: todos os recursos, direitos, liberdades, independência, todos os poderes que estão distribuídos e robustecem a sociedade acabam nas mãos deles. Enfraquecer a sociedade é fortalecer a corja, a nomenklatura. Nessa fórmula estão o desarmamento, o empobrecimento, a depredação da Saúde, da Educação, da Cultura, da inteligência, das instituições, da política, da imprensa e TUDO mais que estiver ao alcance deles. Com ou sem dinheiro, eles NUNCA tiveram a intenção de melhorar nada. A intenção é sempre a pior possível: destruição, totalitarismo, escravização, genocídio. Combater a corrupção e esquecer isto é um erro crasso que expõe os combatentes a ser alvos de armas imprevistas e de inimigos invisíveis.

INTIMAÇÃO - OLAVO DE CARVALHO
http://www.seminariodefilosofia.org/intimacao/

Até os anos 80 do século passado, programas como sex lib, feminismo, gayzismo, abortismo e liberação das drogas eram, para os governos comunistas, desvios pequeno-burgueses criados pelo imperialistas ianques para afastar a juventude da luta pelo socialismo. Decorrida uma geração, todos esses temas foram absorvidos no discurso revolucionário e muito contribuíram para que o esquerdismo, aparentemente condenado à morte pela queda da URSS, não só sobrevivesse como se tornasse a força política dominante na Europa e nas Américas.
Se isso não basta para tornar evidente a potência de autotransformação camaleônica do movimento revolucionário mundial, não sei mais quantos desenhos seria preciso esboçar no quadro negro para ilustrá-la. No entanto, pouquíssimas são as inteligências que, nas hostes liberais e conservadoras, se deram clara conta desse fenômeno e de suas conseqüências.
Mas outras mutações concomitantes, tão vastas e profundas como essa, vieram a tornar o panorama ainda mais confuso.
Cito somente quatro:
 
1. A invasão islâmica, a “ocupação pela imigração”, cuja realidade muitos negavam até ontem, é agora um fato patente que ameaça a segurança de todas as nações ocidentais. Ao mesmo tempo, o cristianismo vem sendo cada vez mais banido da esfera pública, só deixando aos governos, mesmo soi disant conservadores, a saída de opor, à islamização crescente, o apelo aos mesmos valores laicos “politicamente corretos” que a esquerda conseguiu impor como normas universalmente válidas. O resultado é óbvio: a invasão islâmica não cessa, mas a esquerda se afirma cada vez mais como a grande e única salvadora das democracias, que ao mesmo tempo ela solapa mediante o apoio ostensivo à imigração muçulmana em massa como alternativa “pacífica” ao terrorismo.
 
2. Instruído ao menos parcialmente pelo “eurasianismo” de Alexandre Duguin, o presidente russo Vladimir Putin decidiu empunhar a bandeira do cristianismo tradicional e brandi-la contra o Ocidente hedonista e agnóstico, ganhando com isso o apoio de amplas faixas de conservadores desiludidos.
Desiludidos seja com o establishment americano, impotente para livrar-se de um bandidinho chinfrim sem documentos que já mal esconde suas simpatias islâmicas; seja com a Igreja Católica, cujo Papa se parece cada vez mais com um upgrade improvisado do sr. Leonardo Boff.
Ao mesmo tempo que seduz esse público, porém, Putin vai, mediante acordos de cooperação econômica e militar, dando a maior força aos movimentos esquerdistas por toda parte, colocando os conservadores na posição desconfortável de servir a seus inimigos estratégicos em troca de um reconforto ideológico passageiro e muito provavelmente ilusório.
 
3. Também simultaneamente, muitos grupos capitalistas bilionários passaram a apoiar partidos e movimentos de esquerda de maneira cada vez mais ostensiva, culminando na declaração pública do sr. Bill Gates de que só o socialismo salvará o mundo.
Nesse panorama, a mera defesa da economia de mercado, que até ontem era a pièce de resistance do cardápio liberal-conservador, perde todo sentido estratégico e se torna um mero pretexto para adotar, em nome da “modernidade” e da “democracia”, todo o programa sociocultural da esquerda: gayzismo, abortismo, etc. etc.
 
4. Por fim, esse programa foi integralmente subscrito pela ONU e se tornou obrigatório para todas as nações — exceto as islâmicas, é claro, que assim se beneficiam duplamente da dissolução moral do Ocidente, por um lado aproveitando-se da debilitação das identidades nacionais (desprovidas cada vez mais de seus fundamentos religiosos) e arrombando portas para a entrada de novas levas de imigrantes, por outro lado oferecendo-se gentilmente como portadoras da esperança de uma possível “restauração da moralidade”.
Tudo parece calculado, enfim – pelo demônio em pessoa, quem mais?– para aprisionar a opinião pública mundial numa rede de ambigüidades e contradições paralisantes, de modo pegá-la desprevenida, sonsa e inerme no dia em que se realizar a profecia que Carlos Drummond de Andrade enunciou nos versos da “Intimação”:
Abre em nome da lei.
Abre sem nome e lei.
Abre mesmo sem rei.
Abre sozinho ou grei.
Não, não abras; à força
de intimar-te, repara:
eu já te desventrei.

A CENSURA IDEOLÓGICA IMPULSIONA A MÁQUINA TOTALITÁRIA

 "O efeito da ideologia marxista é precisamente colocar o Estado comunista no caminho da dominação. Ninguém acredita que ele deveria dominar, muito menos aqueles que se desculpam por seus "erros" e "desvios". Nem qualquer cidadão de um Estado cornunista deseja aumentar seu poder de forma tão alarmante. Mas ninguém sabe como pará-lo, já que NENHUMA RAZÃO PARA PARÁ-LO PODE SER PROFERIDA sem penalidade instantânea."   (Roger Scruton)  
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário